SAC: (81) 3421.9000

Menu

SINDSEP-PESINDSEP-PE

Notícias

Cláusulas econômicas do ACT 2017/2018 dos empregados da Ebserh vão ao dissídio

Fonte: Ascom Sindsep-PE
04/12/2017





A Condsef/Fenadsef homologou a negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2017/2018 dos empregados da Ebserh, mediada pelo Tribunal Superior do Trabalho, em audiência realizada no TST, na manhã dessa segunda-feira (04/12). Agora, as cláusulas econômicas foram ao dissídio coletivo e as cláusulas sociais foram mantidas, com exceção do abono de dois dias. Também participaram da homologação as federações nacionais dos médicos e dos enfermeiros e a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil. 

De acordo com a negociação mediada pelo TST, o ACT 2017/2018 será julgado até março do ano que vem, quando vence o próximo. A pauta do ACT 2018/2019 deve ser fechada em encontro nacional do setor, a ser realizado entre os dias 19 e 20 deste mês, pela Condsef/Fenandsef. Na ocasião já deve ser eleita também a comissão de empregados da Ebserh, que estará ao lado da federação na negociação do acordo coletivo.

SETORIAIS RECIFE
A direção Sindsep-PE se reuniu nessa sexta-feira (01/12) com o superintendente da Ebserh Recife, Frederico Jorge Ribeiro, para apresentar a nova gestão do sindicato e discutir duas demandas urgentes dos trabalhadores da empresa pública: assédio moral e dimensionamento de pessoal. Participaram da reunião o coordenador geral do sindicato, José Carlos de Oliveira, e os diretores da entidade, Gislaine Fernandes e Moab Alves. Além da gestora do DivGP, Márcia Azevedo.

Durante a reunião, a direção do Sindsep-PE deixou claro que acompanhará os casos de assédio moral e, em parceria com a empresa pública, vai realizar palestras e seminários sobre o tema. “Esse tema tem tratamento prioritário”, frisou Gislaine Fernandes. Em relação ao dimensionamento, o sindicato obteve a resposta de que a Reitoria autorizou o pagamento de horas extras aos servidores do Regime Jurídico Único (RJU), já que os celetistas não são autorizados pela Ebserh. “É um paliativo. Lutamos pela contratação de mais mão de obra. Essa solução vai apenas minimizar a situação em alguns setores momentaneamente, como Clínica Médica e Centro Obstétrico”, pontua Gislaine.

FEEDBACK
Nesse primeiro mês de gestão, os diretores do Sindsep-PE, Gislaine Fernandes e Moab Alves, ambos empregados da Ebserh, fazem questão de dar um retorno a outras demandas dos colegas de trabalho. Os itens seguem abaixo. Fiquem atentos. “Foi um compromisso nosso de campanha e trabalharemos nesse sentido”, frisou Moab Alves.

1) Auxílio-transporte – Ação judicial na fase de recolher dos documentos.
2) Insalubridade da Farmácia – Análise de documento e verificação junto ao Ministério do Trabalho sobre laudo das condições insalubres e periculosas.
3) Progressão – A direção do Sindsep orienta os trabalhadores, que se sentiram prejudicados, a procurarem a entidade.
4) Duplo vínculo - O sindicato deve entrar com uma nova ação para atender os novos empregados ou aqueles antigos, mas que não ingressaram na primeira ação. Lembrando que o primeiro processo recebeu decisão favorável em maio do ano passado.


« Voltar

Últimas Notícias


Mais notícias »

Receba Nosso Informativo

X