SAC: (81) 3421.9000

Menu

SINDSEP-PESINDSEP-PE

Notícias

Federais podem deflagrar greve por tempo indeterminado ainda este semestre

Fonte: Ascom Sindsep-PE
08/08/2017





No próximo mês, os servidores federais vão montar um calendário de luta visando a construção de uma greve no serviço público. Já existe um movimento paredista sendo desenhado no setor da educação, um dos mais afetados com os cortes de gastos do governo Temer. Algumas instituições federais alegam não ter verba suficiente para se manter em funcionamento até o final do ano e ameaçam fechar as portas. Por isso, nesta sexta, 11 de agosto, é Dia Nacional em Defesa da Educação Pública.

Esses foram alguns dos encaminhamentos tirados na reunião ampliada do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais(Fonasefe), do qual a Condsef/Fenadsef participa. Outra orientação é mobilizar os servidores nos estados. Um dos caminhos apontados é trabalhar dias de luta temáticos pela revogação da reforma trabalhista, da lei da terceirização e da Emenda Constitucional (EC) 95, a lei do teto de gastos; para barrar a contrarreforma da Previdência e o Programa de Demissão Voluntária (PDV); e pelo arquivamento dos projetos de demissão por insuficiência no serviço público, como os PLs 248/98 e o 116/17.

Outro encaminhamento do Fonasef foi buscar apoio dos movimentos sociais e estudantis, já que o serviço público atende a todos. As entidades vão fazer também uma carta para as centrais sindicais, no sentindo de sensibilizar para a necessidade de uma nova greve geral neste segundo semestre de 2017, bem como a realização de um grande ato público no dia da votação da contrarreforma da Previdência, sem data marcada.

“A greve sempre foi para nós a última alternativa. Infelizmente o governo Temer não negocia com os servidores e para agravar ainda mais a situação, ele está acabando com o serviço público. A Emenda Constitucional 95, a lei do teto de gastos, é a prova disso. Ela veio para engessar completamente a máquina pública. Precisamos reagir”, dispara o diretor do Sindsep e da Condsef/Fenadsef, Paulo Batista Castro.

OUTRAS ENCAMINHAMENTOS DO FONASEF
Lutar 
- contra as privatizações
- pela Auditoria da dívida publica com participação popular
- pela revogação da reforma do ensino médio
- por concurso público em todas as áreas e níveis
- contra PLs que tramitam no congresso e retiram o direito de greve da categoria
- pela revogação da Emenda Constitucional (EC) 29/17, a emenda da Saúde
Mobilizar 
- por audiência pública sobre o PL de insuficiência de desempenho
- contra o fechamento das unidades do Ministério do trabalho
através de campanha nacional unificada contra o assédio sexual e moral no serviço público
- contra a reformulação da política nacional de atenção básica
- pela presença de trabalhadores em audiência pública sobre o Pls que tratam de demissão por insuficiência de desempenho no serviço público


« Voltar

Últimas Notícias


Mais notícias »

Receba Nosso Informativo

X