SAC: (81) 3421.9000

Menu

SINDSEP-PESINDSEP-PE

Notícias

Sindsep-PE na luta contra a privatização do Aeroporto Internacional do Recife

Fonte: Ascom Sindsep-PE
29/11/2017





“Defender a Infraero é defender o Brasil”. Foi com esse grito de guerra puxado pelos aeroportuários que teve início nessa terça-feira, 28, uma audiência pública, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), sobre a privatização do Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre. Solicitada pela deputada Teresa Leitão (PT), a atividade contou com a participação de vários sindicatos e centrais. O Sindsep-PE estava presente, representado pelo secretário geral José Felipe Pereira e pelo diretor de Imprensa, Fernando Lima, ambos diretores da CUT-PE.

Para o secretário geral do Sindsep-PE, a Infraero é estratégica para o país. “A empresa pública não pode ser entregue ao capital internacional, a empresas chinesas, australianas, seja lá qual for. É questão de soberania. Sem falar que o nosso aeroporto é superavitário”, frisa José Felipe Pereira. Há alguns anos o Aeroporto do Recife desponta nas primeiras colocações como o melhor aeroporto do país. Em 2014 chegou a conquistar o primeiro lugar. Em avaliação divulgada em janeiro deste ano ocupou a segunda colocação.

O Aeroporto do Recife recebe por ano quase sete milhões de passageiros e possui um quadro de 480 servidores. O diretor da CUT-PE, Fabiano Moura, frisou durante a sua fala que a privatização não é questão econômica, e sim ideológica: “Estamos colhendo os frutos do golpe e dessa concepção entreguista de modelo de Estado”.

Segundo o diretor do Sindsep-PE, Fernando Lima, durante a audiência pública foram trazidos relatos sobre a privatização de outros aeroportos do país. “A privatização não é sinônimo de melhoras. Os seis aeroportos privatizados no país estão em crise (Guarulhos-SP, Viracopos-SP, Brasília-DF, Galeão-RJ), Confins-MG e Natal-RN)”, lembrou o sindicalista.

A privatização do Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre foi anunciada pelo Decreto Presidencial nº 9.180/2017, publicado no Diário Oficial da União em outubro. Além dele, outros 12 aeroportos integram a lista (cinco do Mato Grosso, dois da Paraíba e um do Rio de Janeiro, do Ceará, de Sergipe, de Alagoas e do Espírito Santo). 


« Voltar

Últimas Notícias


Mais notícias »

Receba Nosso Informativo

X