SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

Dia Nacional do Basta deve reunir milhares de pessoas em todo o Brasil

09/08/2018





Da Ascom Sindsep-PE

As centrais sindicais estarão mais uma vez unidas, nesta sexta-feira (10), no Dia do Basta. A mobilização é contra a retirada de direitos do trabalhador, a  privatização do patrimônio nacional, o ataque a democracia brasileira e o corte em investimentos em recursos públicos. Todos os trabalhadores estão sendo convidados a participar com paralisações nos locais de trabalho e mobilizações de rua em todo o país. Em Recife, haverá um ato a partir das 15h, na praça do Derby. 

O conjunto das centrais reage ao desmonte do país imposto pelo o governo golpista.  Representantes da CUT, CTB, CSP Conlutas, Força Sindical, Nova Central e UGT se reuniram na manhã desta quinta-feira (9), em coletiva de imprensa, na sede da CUT, para detalhar a mobilização (Foto). 

“O desemprego está altíssimo. Já são 27 milhões de pessoas desempregadas ou subempregadas. Por outro lado, estão cortando todos os recursos para políticas sociais. Por isso convidamos todos e todas para participar dessa grande manifestação”, destacou o presidente em exercício da CUT, Paulo Rocha. “O basta é para o aumento do combustível, para a terceirização, para a privatização”, complementou Luiz Nelson, representante da UGT. 

Os sindicalistas afirmam que a classe trabalha-dora não pode pagar pela crise do capitalismo. “O dia do basta é a culminância desses movimentos sociais e trabalhistas para que o trabalhador possa ter de volta seus direitos básicos garantidos”, comentou o presidente da CTB Pernambuco, Hemilton Bezerra.

A grave crise social, devido ao congelamento de investimentos por 20 anos, o desemprego e a retirada de direitos, tem afetado diretamente toda a classe trabalhadora e tornado a vida de todos cada vez mais difícil. “Entendemos que há uma enorme necessidade de nos unirmos para construirmos uma luta para dar um basta a esse conjunto de ações do governo em benefício da elite econômica e dos patrões. Não vamos permitir que os nossos direitos sejam rifados”, disse a representante da CSP Conlutas, Cláudia Ribeiro. 

A direção do Sindsep-PE irá participar do ato na praça do Derby. Na última quarta-feira, diretores do sindicato e o secretário geral visitaram os diversos órgãos federais do Estado para colar cartazes e distribuir panfletos com os servidores. “Convocamos todos para estarem presentes porque precisamos unir forças contra o desmonte do País. Queremos um estado democrático, soberano e que promova políticas para os trabalhadores e para quem mais precisa. E não um governo que defenda os patrões”, destacou o diretor de comunicação do Sindsep e da CUT-PE, Fernando Lima. 

Agenda Prioritária

Com a proximidade das eleições, as centrais sindicais elaboraram um documento intitulado de Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora, onde elenca 22 propostas para o próximo governo. O documento já foi entregue a candidatos a presidente da República e a líderes partidários. 

Entre as propostas, a criação de políticas, programas e ações imediatas para enfrentar o desemprego, a revogação da EC 95/2016, que congela os investimentos públicos por 20 anos, renovação da política de valorização do salário mínimo, revogação dos aspectos negativos da Reforma Trabalhista e da Terceirização. 

Protestam ainda contra a política de preços da Petrobras e o aumento do gás de cozinha, a entrega do patrimônio nacional e a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu direito de concorrer à Presidência da República nas eleições de outubro. 
 


« Voltar



Receba Nosso Informativo

X