Filiado à Cut e à Condsef/Fenadsef

Notícias

A melhor forma de combater o câncer de próstata é a prevenção

09/11/2021




Todos os anos, no mês de novembro, campanhas de conscientização sobre o câncer de próstata são propagadas pela televisão, rádios, jornais e internet. Isso porque a doença é a segunda maior causa de morte por câncer entre o sexo masculino no mundo. As campanhas divulgam o que muitos homens já sabem. Uma das melhores formas de garantir a cura do câncer é o diagnóstico precoce. 

O câncer de próstata, tipo mais comum entre os homens, é a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas. No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino que se localiza abaixo da bexiga e sua principal função é produzir o sêmen. 

Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Por isso a necessidade de um diagnóstico precoce que só pode ser obtido por meio do exame de sangue PSA (antígeno prostático específico) e do exame de toque retal ou da ressonância e da biópsia da próstata. 

Por isso, mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco – da raça negra ou que tenham parentes de primeiro grau com histórico de câncer de próstata - devem ir ao urologista para fazer os exames. A partir dos 50 anos, todos têm que realizar os exames PSA e de toque com seus urologistas. 

No entanto, muitos homens ainda se negam a fazer o exame preventivo contra o câncer de próstata. “Depois dos 50 anos, os exames de PSA e do toque retal devem ser feitos uma vez por ano para acompanharmos se ocorreu alguma alteração nas taxas e verificarmos a presença de algo anormal na próstata. E não adianta fazer apenas o PSA. Tem que ser os dois porque um complementa o outro. Caso alguma alteração seja identificada, partimos para a ressonância e, por fim, a biópsia. Sem dúvida, a melhor saída é o diagnóstico precoce. Isso porque a chance de cura quando se descobre o câncer de próstata no começo é de 80%”, comentou o urologista do Hospital de Câncer de Pernambuco, Leônidas Nogueira.

Na pandemia

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas evitam sair de casa, inclusive para ir a clínicas e hospitais. Muitos homens deixaram de fazer seus exames periódicos porque muitas clínicas estavam fechadas nesse período. Houve uma redução drástica na realização de exames e pessoas com câncer podem estar sem diagnóstico, com a doença avançada, sem saber. E isso vem preocupando os profissionais de saúde. 

Agora, com a redução do contágio da Covid-19, todos têm que correr contra o tempo. A recomendação é a de que todos procurem seus médicos e retomem os exames de rotina. Claro que tomando todos os cuidados com a prevenção ao novo coronavírus, como o uso de máscaras, marcação de horário para evitar aglomeração nas clínicas e uso de álcool em gel.  

Vida Saudável

Evidências científicas apontam que um estilo de vida saudável é a forma ideal para a prevenção contra diversos tipos de doenças crônicas, incluindo o câncer. Hábitos de vida como uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais, com menos gordura, principalmente, de origem animal, é fundamental para a prevenção do câncer. 

A dieta deve estar associada à prática de atividades físicas para manter o peso adequado à altura. Também deve-se evitar o consumo em excesso de bebidas alcoólicas e o tabagismo.  

A gordura animal, frituras, enlatados, embutidos, alimentos com excesso de sal e açúcar interferem na defesa imunológica, promovem aumento da inflamação, causando um dano celular, e podendo resultar em câncer.  
 

« Voltar


Receba Nosso Informativo

X
Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais