Filiado à Cut e à Condsef/Fenadsef

Notícias

Ato solidário e mobilização em frente ao BC marcam o 18J em PE

Fonte: Ascom Sindsep-PE
17/01/2022



 
Para reforçar o lançamento da Campanha Salarial 2022 dos servidores públicos federais em Pernambuco, o Sindsep-PE junto ao Sindsprev, Sintrajuf, Sintufepe, SindMPU, Adufepe e Aduferpe irão realizar um ato público nesta terça-feira, 18 de janeiro, a partir das 10h, em frente à sede do Banco Central no Estado, localizada na rua da Aurora. Além de faixas, cartazes e carro de som, a atividade vai contar com a presença do grupo de teatro TV Sindical, que fará uma sátira ao descaso do governo Bolsonaro com a categoria e com o serviço público de uma forma geral.
 
Há cinco anos sem reajuste e um perda salarial de cerca de 30%, os servidores federais em Pernambuco trarão como mote “Respeito ao Serviço Público, reajuste para todos”. A atividade no estado se soma ao protesto que acontecerá em Brasília, no mesmo horário, em frente ao Banco Central de lá. A luta é por um reajuste salarial unificado para toda a categoria, já que o governo Bolsonaro só quer dar aumento a dois setores e deixar mais de 90% dos servidores públicos sem qualquer tipo de reposição salarial.
 
Dando sequencia, ainda em Brasília, às 14h, será realizada uma segunda mobilização, dessa vez, em frente ao Ministério da Economia. O protesto tem como objetivo cobrar uma reposição salarial de 19,99% para todos os servidores federais. O índice corresponde a perdas inflacionárias de 2019 a 2021, equivalente aos três anos de governo Bolsonaro. Só em 2021 essa perda foi de 10,74% (IPCA do período).
 
ATO SOLIDÁRIO
Em face ao abandono social por parte do governo Bolsonaro, dessa situação de fome, de miséria, mas também em defesa do reajuste linear para o funcionalismo público federal e contra a Reforma Administrativa (PEC-32), que pode acabar com o serviço público, o Sindsep-PE fará nesta terça-feira, 18 de janeiro, um ato solidário a partir das 12h, com distribuição de marmitas no centro do Recife, para a população em situação de vulnerabilidade social. A atividade é uma parceria com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), através do projeto Mãos Solidárias, com o qual o sindicato contribui mensalmente.
 
"Defender o serviço público é lutar por uma sociedade mais justa, por isso o Sindsep-PE sempre ultrapassou as barreiras do movimento sindical e junto aos movimentos sociais tem lutado por mais igualdade social. O ato solidário desta terça representa bem isso. É uma das formas que encontramos de dizer ao governo que negocie já com os servidores. Também é para falar não à PEC 32", explica o coordenador geral do Sindsep-PE, José Carlos de Oliveira.
« Voltar


Receba Nosso Informativo

X
Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais