SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

Brasileiros voltam a protestar nas ruas das capitais durante o 25º Grito dos Excluídos

09/09/2019




Milhares de pessoas saíram às ruas no último sábado (07 de setembro) contra os retrocessos do governo Bolsonaro em mais uma edição do Grito dos Excluídos. Trabalhadores e estudantes deram as mãos contra o desmonte da Previdência Pública brasileira, os cortes nas políticas sociais e a depredação do meio ambiente. No Recife, não foi diferente. Milhares de pernambucanos atenderam ao chamado do 25º Grito dos Excluídos e se dirigiram a praça do Derby. Os servidores públicos federais de Pernambuco foram representados por diretores do Sindsep-PE e trabalhadores filiados a entidade. 

No Derby, a concentração contou com uma esquete teatral, que simbolizou o assassinato dos índios brasileiros por grileiros e latifundiários. Também teve uma performance de um grupo de pessoas que se vestiram de preto e colocaram a bandeira do Brasil nos olhos, como vendas, em protesto contra o governo Bolsonaro, além de apresentação de crianças cantando o hino do Grito 2019. 

O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Antônio Fernando Saburido, deu as boas vindas aos presentes e alertou a todos para a necessidade da defesa da população mais oprimida. O arcebispo lembrou da decisão arbitrária da Justiça em acatar o pedido de despejo do Centro de Formação Paulo Freire, coordenado pelo MST e localizado no Assentamento Normandia, na cidade de Caruaru, e das famílias que serão retiradas da área onde está sendo construída a transnordestina. 

“O caso de Normandia é um absurdo que não pode ser concretizado. Já as famílias da transnordestina precisam que olhemos para elas. Os dois casos necessitam da defesa vigorosa de todos nós”, afirmou.  Depois da concentração, os presentes saíram em caminhada pela avenida Agamenon Magalhães até o Parque Amorim e retornaram ao Derby. Acompanhados por carros de som, trabalhadores e estudantes empunhavam faixas e cartazes contra os desmandos do governo federal. 

“O presidente da República voltou a afirmar que pretende privatizar todas as empresas públicas. Está mais do que na hora dos servidores se unirem a nós nas mobilizações de rua. Não podemos deixar Bolsonaro destruir todo o patrimônio nacional”, comentou o coordenador geral do Sindsep-PE, José Carlos de Oliveira. Depois da caminhada, teve apresentação de várias bandas no palco armado no coreto da praça do Derby.  
 

« Voltar

Receba Nosso Informativo

X