SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

Confira opções acessíveis de cinemas no Recife para curtir as férias

Fonte: Brasil de Fato PE
09/01/2020



Janeiro é um mês que precisa de muita criatividade para fazer programação com as crianças que estão de férias. E isso também gera um custo, que talvez, nem todas as famílias possam arcar. Mas, além da praia, do passeio nos parques da cidade, ir ao cinema também pode ser uma opção que cabe no bolso. 

Uma opção boa é o Cinema São Luiz, no centro do Recife. Inaugurado no dia 6 de setembro de 1952 e situado às margens do Rio Capibaribe, o São Luiz é um dos mais emblemáticos cinemas do Recife. Além de assistir filmes premiados, brasileiros ou não, você ainda confere uma rica concepção artística e arquitetônica, em um dos últimos cinemas de rua do país.

O endereço exato do São Luiz é Rua da Aurora, 175, Boa Vista. Ele fica aberto de terça a domingo, nos horários que tem sessão. Os valores das entradas são R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia) nas terças-feiras e R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), nos restantes dos dias da semana, exceto segunda. Para saber a programação, você pode seguir os perfis do cinema nas redes sociais, clicando aqui. Qualquer dúvida, pode ligar no telefone: (81) 3184.3157.

Além do São Luiz, uma outra opção mais em conta para assistir um filminho na telona, é o Cinema da Fundação. Considerado um dos mais bem equipados do estado, dispõe de duas salas: a do Museu, em Casa Forte, e a do Derby. As duas oferecem conforto e acessibilidade, com 166 poltronas no Museu e 160 no Derby, assentos para obesos, pessoas com mobilidade reduzida e espaço para cadeirantes. As duas salas de cinema funcionam de terça a domingo, com ingressos de R$ 7 (meia) e R$ 14 (inteira). A programação fica reunida no site do cinema, que você pode clicar neste link.  O telefone para informações é: 81 30736363. E os endereços são: Cinema da Fundação/Derby - R. Henrique Dias, 609 – Derby e Cinema da Fundação/Museu - Av. Dezessete de Agosto, 2187 - Casa Forte.

Teto: Rani de Mendonça

Edição: Marcos Barbosa

« Voltar

Receba Nosso Informativo

X