Filiado à Cut e à Condsef/Fenadsef

Notícias

Deputados aprovam PEC da Corrupção

29/05/2015



O clichê “o que esta? ruim pode ficar ainda pior” cai como uma luva para descrever o Congresso Nacional brasileiro. A cada ato dos deputados e senadores, o Brasil da? mais um passo para tra?s. Essa semana, o presidente da Ca?mara, Eduardo Cunha, deu um novo golpe e conseguiu
aprovar o financiamento privado de campanha.

Na u?ltima quarta-feira, um dia depois de ter sido derrotado em uma proposta similar, Cunha quebrou o acordo que tinha feito com as lideranças partida?rias e aprovou a PEC 182/07, do deputado Celso Russomanno (PRB/SP).

A PEC autoriza partidos políticos a receberem doaço?es de empresa?rios. Com a proposta, o sistema pol?t? ico brasileiro torna-se oficialmente misto, com dinheiro pu?blico, do Fundo Partida?rio e do hora?rio eleitoral gratuito, e privado, de doaço?es de pessoas e empresas. O financiamento empresarial e? a origem de grande parte da corrupça?o no Brasil, pois beneficia políticos e empresa?rios corruptos que trocam favores dentro de uma lo?gica do toma la? da? ca? sem escru?pulos.

Empresa?rios financiam as campanhas eleitorais e, depois, querem o investimento de volta em lucro. Esse tipo de doaça?o acaba gerando licitaço?es fraudulentas e dispensa de licitaça?o de obras, a?s vezes, superfaturadas. É tambe?m nessa troca de favores que os parlamentares aprovam projetos que beneficiam grandes grupos econo?micos, como foi o caso do PL 4330,
que libera terceirizaça?o em todos os níveis.

Diante de mais uma derrota imposta pela Ca?mara dos Deputados a? sociedade, os movimentos sociais pretendem voltar a se articular em torno da campanha pela realizaça?o de uma constituinte exclusiva e soberana do sistema político. Sexta-feira passada, os trabalhadores realizaram protestos em todo o país contra essa pauta retro?grada do Congresso Nacional e prometem uma greve geral, ainda sem data definida.
« Voltar


Receba Nosso Informativo

X
Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais