SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

Dieese desenvolve aplicativo para contribuir com a saúde pública brasileira

Fonte: Ascom Sindsep-PE
30/06/2020



Para contribuir com a melhoria da saúde pública do país nesse cenário de pandemia da covid-19, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em parceria com a Condsef/Fenadsef  e os sindicatos filiados à confederação, inclusive o Sindsep-PE, estará lançando em breve a "Calculadora da Saúde". Trata-se de um aplicativo, cujo objetivo principal é fornecer dados sobre a necessidade de leitos, profissionais da área, equipamentos de proteção individual (EPIs) e materiais de higiene e limpeza.

Para produzir esses dados, o Dieese tem como base informações do IBGE (população) e dos estados (taxa de infecção) e informações da base de dados do SUS, Ministério da Saúde e OMS. “Estamos sendo vanguarda no desenvolvimento desse aplicativo”, pontua o diretor da Condsef/Fenadsef e da CUT, Pedro Armengol. Ele lembra que o Dieese também partiu na frente na criação de metodologias para o funcionamento das mesas de negociações do setor público durante o governo Lula.

Agora com a "Calculadora da Saúde", a ideia é subsidiar trabalhadores e gestores públicos na tomada de decisões sobre ações emergenciais de enfrentamento à pandemia. É também um importante instrumento de alerta sobre condições de trabalho e segurança dos profissionais de saúde. 

A calculadora do Dieese também se apresenta em duas versões, a parametrizada e a flexível. Em ambas as informações fornecidas são tipo de abrangência (regiões, estados, capitais e unidades de saúde); taxa de infecção; e disponibilidade de leitos. A diferença entre uma versão e outra é a possibilidade de ajustes desses dados. Na flexível é possível mudar os dados como população quando se tem dados mais atualizados que o IBGE, por exemplo.

Quando calcula, o aplicativo mostra a necessidade de leitos, profissionais da área, EPIs e materiais de higiene e limpeza. Em relação aos profissionais, a calculadora mostra 18 profissões como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionistas etc. A calculadora permite também a comparações sobre a real e a necessária força de trabalho contratada para prestar serviços de saúde, além de medir a oferta de EPIs a esses profissionais.

É importante destacar que havendo divergências entre os parâmetros apontados pela calculadora e a realidade encontrada nos locais de atendimento à saúde, devem ser encaminhados aos sindicatos dos servidores públicos federais e à Condsef para que essas entidades possam atuar junto aos gestores, no sentido de contribuir para o redimensionamento do que fora apontado, superando a carência.

“Essa ferramenta será um diferencial na formulação propositiva de políticas públicas de saúde para o pós-pandemia, considerando que a prestação de atendimento à saúde feita pelo SUS, não pode assumir uma irresponsável gestão que causou um colapso pela falta de financiamento, como restou comprovado bem antes da pandemia”, destaca Elna Melo, diretora do Sindsep-PE, que compõe também a Direção Executiva Nacional e Sindical Regional do Dieese em Pernambuco.  

Em breve o Dieese e a Condsef divulgarão o endereço para que todos, de forma ampla  possam acessar a calculadora, ajudando a proteger nossos profissionais de saúde e a dar mais segurança de atendimento a população.

« Voltar

Receba Nosso Informativo

X