SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

Governo envia reforma Administrativa a Congresso em dia de Jornada de Luta

02/09/2020




Segundo o presidente Jair Bolsonaro, o governo irá enviar uma proposta da reforma Administrativa ao Congresso Nacional nesta quinta-feira (03). O presidente afirmou que a reforma não ‘deve’ afetar atuais servidores, mas ninguém pode acreditar no maior propagador de mentiras que já ocupou a Presidência da República. O próprio ministro da Economia, Paulo Guedes, que comandou a elaboração do projeto, tem articulado uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que pode reduzir salários em até 25%.   

O envio da proposta de reforma Administrativa ao Congresso acontece no dia em que estava marcada a Jornada em Defesa dos Serviços Públicos. O ato online acontece nesta quinta-feira, a partir das 18h, com a participação de entidades sindicais e parlamentares que se posicionaram contra a proposta de reforma administrativa que o governo quer executar. Com previsão de término às 21 horas, e será transmitida ao vivo pelas páginas de Facebook e Youtube da Condsef/Fenadsef. 

“A participação dos servidores públicos federais de Pernambuco é fundamental para que possamos barrar mais esse ataque contra a retirada de direitos do funcionalismo. O governo alega que precisa economizar recursos, mas repassa trilhões para os bancos. Na verdade, o projeto deles é de desmonte do serviço público para poderem privatizar tudo e retirar dos mais pobres a possibilidade de serem atendidos”, destacou o coordenador geral do Sindsep-PE, José Carlos de Oliveira.    

Além do governo, os parlamentares de direita e do chamado centrão também estão apoiando a reforma com a narrativa de "servidores privilegiados", quando todos sabem que a grande maioria dos servidores está com salários defasados. Os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, já declararam seu apoio. Por isso, o trabalho de pressão e mobilização dos servidores terá que ser intenso. Desmistificar os mitos em torno do setor público também é determinante nessa luta. 

Importante destacarmos que barrar a reforma Administrativa é um desafio, mas não é o único. Derrubar a Emenda Constitucional (EC) 95/16 do teto de gastos, que congela investimentos públicos por 20 anos, segue sendo determinante para destravar a crise econômica brasileira.  

Por isso a necessidade de um movimento sindical forte. Lembrem-se: o Sindsep-PE terá eleições nos próximos dias 21, 22 e 23 de setembro, com urna fixa em sua sede e urnas fixas ou itinerantes em todos os órgãos e municípios do Estado. O seu voto é fundamental para fortalecer a luta sindical.  
 

« Voltar

Receba Nosso Informativo

X