Filiado à Cut e à Condsef/Fenadsef

Notícias

Leci Brandão cria frente parlamentar de defesa da Petrobras

03/06/2015



A deputada estadual conseguiu a adesão de 35 deputados, de treze partidos diferentes, para criar a Frente que fará oposição ao discurso da mídia e de figuras políticas que insistem na ideia de privatizar a maior estatal do país

Publicado no Portal Fórum

A Frente Parlamentar de Defesa da Petrobras será lançada nesta quarta-feira (3), na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), e contará, ao todo, com a participação de 35 deputados estaduais de treze partidos diferentes, incluindo os de oposição.

A ideia, com a Frente, é acompanhar e propor políticas e ações que tenham por objetivo o fortalecimento da Petrobras como empresa nacional, para que seus recursos contribuam com o desenvolvimento econômico e social do país.

“A ideia surgiu diante de todo esse processo contra a Petrobras. A mídia tem falado de forma exaustiva, e a gente sabe que tem muitos agentes políticos que já vieram a público para dizer que a Petrobras tem que acabar, tem que ser privatizada etc. A gente sabe que isso é uma questão muito mais partidária do que de preocupação com qualquer direito”, explicou a deputada.

De acordo com Leci, mais do que defender a empresa, o intuito da frente parlamentar é o de defender os trabalhadores, que ficam cada vez mais sujeitos a demissões e à precarização, à medida em que avança a campanha de difamação contra a companhia.

“Uma coisa é tentar condenar quem pega dinheiro da empresa, outra é condenar os trabalhadores dessa empresa”, disse.

“Eu sou uma pessoa, pela minha história de vida, que sempre defendeu os mais desfavorecidos. É uma frente bem mais em defesa dos trabalhadores da Petrobras. Milhões de pessoas ficariam desempregadas [com uma possível mudança no modelo de partilha], e essas pessoas não tem nada a ver com o desvio financeiro que houve”, explicou Leci, lembrando ainda que a manutenção da Petrobras como uma empresa nacional garante, por lei, recursos para a educação e a saúde.

Segundo a parlamentar, a Frente acompanhará a destinação dos royalties do petróleo e o Fundo Social do Pré-Sal para Educação e Cultura, Saúde e Esporte e fará, entre outras atividades, debates, simpósios, seminários e audiências públicas, além de diálogos com prefeituras de cidades paulistas que possuem pólos da empresa, setores da cadeia produtiva ligados ao setor e sindicatos.

O ato de lançamento da Frente ocorrerá nesta quarta-feira (3), a partir das 10h, no plenário Paulo Kobayashi, na Alesp. Estarão presentes, além dos deputados, o ex-presidente da Agência Nacional de Petróleo, Haroldo Lima, e os prefeitos Carlinhos Almeida, de São José dos Campos; Jonas Donizete, de Campinas; e Marcio Rosa, de Cubatão.

 
« Voltar


Receba Nosso Informativo

X
Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais