SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

PEC da reforma da Previdência ameaça regime próprio dos servidores federais

Fonte: Ascom Sindsep-PE
23/09/2019



O Regime Próprio de Previdência dos servidores federais, uma conquista histórica da categoria, garantida através do Regime Jurídico Único (RJU) de 1989, está ameaçada pela reforma da Previdência. Por esse e por outros direitos, nesta quarta-feira, 25, a Condsef/Fenadsef, a CUT e demais entidades que representam a categoria nacionalmente vão estar no Congresso para acompanhar a primeira votação da reforma (PEC 06/19), no Senado.

“Vamos fazer pressão até o último momento. Será assim até o dia 10 de outubro”, diz o secretário geral da Condsef/Fenadsef, Sérgio Ronaldo, se referindo também a data prevista para a segunda votação da reforma da Previdência no plenário do Senado. Além do regime próprio dos servidores federais, a PEC também abre possibilidade para mudanças no Funpresp – fundo de previdência complementar –, além de aumentar a alíquota de contribuição, diminuir o valor de aposentadorias e pensões etc. Mais detalhes sobre as possíveis mudanças com a reforma da Previdência veja no jornal GARRA do mês de setembro, disponível no site e nas redes sociais do Sindsep.

APOSENTADORIA INTEGRAL
A pressão das entidades nacionais dos servidores federais já garantiu até o momento a manutenção da aposentadoria integral para quem ingressou no serviço público até 2003.  “Mas isso não é tudo. Ainda existe muita escuridão nessa PEC e temos muito o que lutar”, lembra o diretor de Imprensa do Sindsep-PE, Fernando Lima.

FAÇA PRESSÃO
Dos três senadores pernambucanos, só um até o momento declarou voto contrário à reforma da Previdência, em prol dos trabalhadores, que foi Humberto Costa (PT). Fernando Bezerra Coelho (MDB) e Jarbas Vasconcelos (MDB) são favoráveis à reforma. Pressione esses parlamentares a votarem contra a PEC 06/19. Segue acima o contato de cada um deles. Todos os servidores estão convidados a fazer o dever de casa. Mande e-mail, ligue ou acesse as redes sociais. Faça sua parte!

« Voltar

Receba Nosso Informativo

X