SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

Plataforma possibilita comunicação direta com Congressistas, contra desmonte da Previdência

09/04/2019






A população brasileira agora tem, ao seu dispor, uma ferramenta eletrônica para aumentar a pressão contra o desmonte da Previdência pública brasileira. A Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Anfip) acaba de disponibilizar uma plataforma de envio de mensagens aos parlamentares federais. 

Ao acessar o endereço (www2.anfip.org.br/_faleAnfip/) qualquer pessoa poderá enviar uma mensagem a Congressistas de todo o país solicitando que eles votem contra a PEC 06 de Bolsonaro, rejeitada por 65% da população segundo pesquisa Vox Populi, realizada entre os dias 1º e 3  de abril, em 1.985 municípios do Brasil. 

A plataforma  permite a comunicação direta com os gabinetes dos deputados por e-mail. A mensagem pode ser enviada a um parlamentar específico ou para todos. Também pode ser direcionada apenas para os deputados de um determinado estado ou partido.

Um texto pronto fica disponível na ferramenta, mas o usuário pode alterá-lo se desejar ou elaborar a sua própria justificativa para dizer que não aceita o projeto do governo Bolsonaro para alterar as regras para aposentadoria dos trabalhadores.

“A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 6/2019, da reforma da Previdência, contém ataques e crueldades contra os trabalhadores da iniciativa privada, trabalhadores rurais, servidores públicos, aposentados, pensionistas e os pobres que têm direito de receber o Benefício de Prestação Continuada”, diz trecho do texto.

Também estão sendo colhidas assinaturas para o abaixo assinado nacional contra o desmonte da Previdência. O documento será entregue aos parlamentares para que eles rejeitem a proposta que vai acabar com a aposentadoria pública. Para baixar o arquivo e imprimir, os interessados poderão acessar o endereço (reajaagora.org.br). Depois de colhidas as assinaturas, o documento pode ser entregue no Sindsep-PE. O Sindicato também está colhendo assinaturas em sua sede.  Nesse endereço eletrônico,  as pessoas também podem calcular como ficará a sua aposentadoria caso a  regra de Bolsonaro seja aprovada. 

Segundo a pesquisa Vox Populi, os quatro pontos da PEC 06 que são mais rejeitados pelos brasileiros são: 1) a obrigatoriedade da idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres; 2) aumento do tempo mínimo de contribuição de 15 para 20 anos; 3) mudança na forma de cálculo, que reduz o valor dos benefícios; e 4) a necessidade de contribuir por 40 anos para receber 100% do valor do benefício. 

A maioria dos que reprovam a reforma são da Região Sudeste (68%), seguidos de perto pelos da Região Nordeste (67%), Centro-Oeste/Norte (61%) e Sul (54%). 
 


« Voltar



Receba Nosso Informativo

X