Filiado à Cut e à Condsef/Fenadsef

Notícias

Prestação de contas 2020 do Sindsep foi aprovada por unanimidade

17/12/2021




Os servidores federais filiados ao Sindsep-PE irão receber na próxima edição da revista Garra, dos meses de dezembro/janeiro, a prestação de contas da entidade referente ao ano de 2020. A peça orçamentária foi aprovada por unanimidade pelos associados e associadas presentes em Assembleia Geral de Prestação de Contas realizada na noite da última quinta-feira (16/11), na sede do Sindicato.

O Sindsep fechou as contas de 2020 com superávit de mais de R$ 330 mil. Isso já levando em conta a aquisição da nova área de lazer de Vitória de Santo Antão, que será reconstruída para funcionar como um local de lazer para os(as) filiados(as). Na assembleia dessa quinta-feira, também foi aprovado o plano orçamentário de 2022.
Entre os gastos do Sindicato estão as despesas com pessoal, com a assessoria jurídica, meios de comunicação, contribuições estatutárias (CUT, Condsef, Dieese etc) eventos, impostos e taxas. Mesmo com a queda da arrecadação e a pressão financeira por conta da volta da inflação no país, o Sindsep tem conseguido administrar suas despesas por meio de um controle permanente de gastos.  

“O zelo com a administração dos recursos arrecadados pelo Sindsep é uma obrigação de nossa gestão, e procuramos honrá-la. Mesmo investindo nas lutas sociais e trabalhistas sob uma pandemia gravíssima, mesmo com custos aumentados pela alta da inflação, mesmo com investimentos para garantir o trabalho remoto e em home office do sindicato, conseguimos manter um superavit financeiro que nos permitirá investir ainda mais na luta sindical e nos benefícios para nossos filiados e filiadas”, comentou o coordenador-geral do Sindsep-PE, José Carlos de Oliveira, que conduziu o encontro ao lado do secretário-geral da entidade, José Felipe Pereira, do diretor de Finanças, Fernando Lima, e da contadora, Conceição Brito.    

A convocação da Assembleia de Prestação de Contas é uma obrigação estatutária do Sindsep e é um direito dos(as) filiados(as) terem acesso a todas as informações referentes ao uso de suas contribuições mensais. “Nós temos como princípio a transparência. Essa gestão tem como uma de suas deliberações não sonegar nenhum tipo de informação aos seus filiados. Muito menos informações contábeis”, destacou José Carlos.   

Durante a Assembleia, também teve uma análise sobre a conjuntura política, econômica e social enfrentada pelo Brasil, pelos trabalhadores e pelo movimento sindical na atualidade.  

“Nós vimemos um momento muito difícil neste país em que a sistemática é de ataque às organizações sindicais para tentar tirar de cena as entidades que defendem a classe trabalhadora. Mas nós não sucumbimos. Esta entidade está viva e firme! Temos agora que continuar combatendo essa proposta de Reforma Administrativa que tem como principal objetivo destruir os serviços públicos. Ela só não foi aprovada este ano de 2021 graças a pressão exercida pelo movimento sindical. Por isso, precisamos nos unir e, juntos, lutar para preservar os serviços públicos”, destacou José Carlos. 

Depois da fala de abertura, a prestação de contas foi apresentada. Em seguida, o integrante do Conselho Fiscal, José Paulo Miranda, realizou a leitura do parecer, que foi aprovado por unanimidade. 
 

« Voltar


Receba Nosso Informativo

X
Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais