SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

Questionário da ISP levanta dados sobre linha de frente no combate à pandemia da covid-19

Fonte: Ascom Sindsep-PE
23/04/2020



O Sindsep-PE orienta todos os servidores e empregados públicos da sua base que atuam na linha de frente no momento  de pandemia da Covid-19 a participarem da campanha Trabalhadores e Trabalhadoras Protegidos Salvam Vidas da Internacional de Serviços Públicos (ISP). Para participar é só entrar no site www.trabalhadoresprotegidos.com.br e responder ao questionário disponível.  É rápido e simples, três tópicos apenas. O entrevistado informa dados pessoais como idade e gênero, além de falar sobre o local de trabalho e suas respectivas condições. 

A ISP trabalha na produção de dados que mostrem que a covid-19 é uma ameaça à segurança e saúde no trabalho, inclusive em respeito às Convenções 155, 187 e 161 bem como das Recomendações 194, 197 e 171 e o Protocolo da Convenção 155 da Organização Internacional do Trabalho (OIT). E, partir desses dados, será produzido um diagnóstico para reivindicar condições de trabalho junto aos gestores públicos e privados de saúde, além de levantar informações para promover campanha e demais ações sindicais.

O secretário de Relações Internacionais da Condsef/Fenadsef, Edvaldo Pitanga, que faz parte da ISP Brasil, explica que a campanha surgiu para que se tenham dados mais precisos sobre esses trabalhadores que atuam na linha de frente do combate à covid-19, já que os dados oficiais do governo nem sempre refletem a verdade. 

“Numa análise preliminar que fizemos no último dia 21 já foi possível identificar pelo menos duas situações importantes como a insuficiência de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e os impactos da pandemia na saúde mental desses trabalhadores”, conta Pitanga.

Até o último dia 21 tinham sido aplicados pouco mais de mil questionários.  A ideia é ampliar bastante esse número para que os dados se aproximem cada vez mais da realidade. “Não existe uma meta para atingirmos, mas pedimos a colaboração desses profissionais. Quanto mais pessoas participarem, melhor”, explica Pitanga. 

A ISP lembra que os serviços essenciais são aqueles na área de saúde, assistência social, educação, segurança pública, sistema prisional, judiciário, asseio e conservação, limpeza pública, coleta de resíduos sólidos, funerárias e cemitérios, água e saneamento, energia e também o setor de tributação, pois em diversos países, essas categorias trabalham para sustentar as medidas de isolamento social.

"Em qualquer circunstância consideramos que todo o serviço público é essencial", destaca o coordenador geral do Sindsep-PE, José Carlos de Oliveira.

« Voltar

Receba Nosso Informativo

X