SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

Ruas do Brasil voltam a ser ocupadas contra o desmonte promovido por Bolsonaro

Fonte: Ascom Sindsep-PE
20/09/2019



Brasileiros e brasileiras das mais diversas idades voltaram às ruas na nesta sexta-feira (20), em mais um dia de protesto contra os desmandos do governo Jair Bolsonaro (PSL).  Trabalhadores do setor público e privado, aposentados, pensionistas e estudantes promoveram uma série de atos, nos diversos estados brasileiros, em defesa do meio ambiente, dos direitos trabalhistas, por mais investimento em políticas sociais, como educação e saúde, por mais empregos e contra a reforma da Previdência.

As mobilizações se somaram a Greve Global Pelo Clima que aconteceu em mais de 130 países. Entre os vários cartazes dos participantes, frases como “a temperatura está aumentando”, “este é o nosso futuro”, “salvem a Terra, amem a vida” lideraram o protesto. Esta é a terceira greve de uma série mundial a favor do clima. Esse ano, as mobilizações contaram com diversas críticas ao governo Bolsonaro, devido à política predadora na Amazônia, incentivada pelo atual presidente.

No Recife, os manifestantes se concentraram na praça do Derby (foto), a partir das 14h. Organizado pela CUT e as demais centrais sindicais, o ato reuniu trabalhadores e estudantes. Cartazes, faixas e falas nos carros de som deixaram claro o descontentamento dos pernambucanos diante da destruição do Brasil e do desmonte dos serviços públicos.

“A sociedade brasileira tem que intensificar a luta para não permitir a destruição das políticas públicas e a entrega do nosso patrimônio nacional. Não se renuncia a direitos. O que é direito da sociedade é dever do Estado“, comentou o cooordenador geral do Sindsep-PE, José Carlos de Oliveira.

O Brasil vem sofrendo com ações diárias do atual governo, no sentido de promover um grande desmonte do País. Esse é, na verdade, o grande projeto de Bolsonaro. E esse projeto foi tornado público pelo próprio presidente durante jantar nos EUA. “É preciso desconstruir muita coisa no Brasil”, afirmou.  Também foi  Bolsonaro quem disse, ao presidente Donald Trump, querer que os EUA explore a Amazônia.

Além disso, até agora, o presidente e seu ministro da Economia, o banqueiro Paulo Guedes, só apresentaram propostas para beneficiar os empresários. Para a classe trabalhadora e os mais pobres, apenas ataques aos direitos e o extermínio de políticas públicas.


Além disso, o governo comunicou a privatização de 17 estatais, o que irá destruir empregos e a economia do país. Já a reforma da Previdência, vai dificultar o acesso de todos os brasileiros à aposentadoria, além de reduzir os valores a serem pagos aos aposentados e pensionistas.

« Voltar

Receba Nosso Informativo

X