SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

Servidores da Funai pedem maior proteção aos índios

16/04/2020



  • Foto: Mário Vilela/Funai

 

Diante da pandemia do novo coronavírus, da vulnerabilidade dos povos indígenas, das deficiências dos sistemas de saúde no atendimento dessas populações e do descaso do Governo Federal, servidores da Fundação Nacional do Índio (Funai) têm divulgado notas sobre a crise sanitária, em que aponta a necessidade de ações urgentes a serem tomadas, incluindo a criação de um Comitê de Crise Interinstitucional. As ações visam proteger a população indígena de mais um genocídio no Brasil.  

Segundo a entidade, este comitê deve funcionar sob articulação do Ministério Público Federal (MPF), "visando o monitoramento conjunto de ações de proteção territorial, segurança alimentar, auxílios e benefícios, insumos e protocolos contra transmissão, para todos os povos indígenas."

Por acreditar na importância da defesa da população indígena, o Sindsep-PE apoia a iniciativa e acredita ser urgente ações integradas envolvendo diversos estados, com articulação solidária e troca permanente de informações e análises conjuntas para a definição de prioridades que levem em consideração as especificidades regionais e a grande diversidade dos povos indígenas.

Os servidores alertam para o fato de que o coronavírus vem se espalhando rapidamente em áreas interioranas com insuficiência de serviços de saúde. No Amazonas, que tem o maior coeficiente de infecção por 1 milhão de habitantes no país, apenas Manaus conta com UTI adequada. Já foram confirmadas cinco mortes de indígenas. Três no Amazonas (um homem Tikuna de 78 anos, uma mulher Kokama de 44 anos e um homem Mura de 55 anos), um indígena Borari de 87 anos no Pará e um Yanomami de 15 anos em Roraima. 

 

« Voltar

Receba Nosso Informativo

X