Filiado à Cut e à Condsef/Fenadsef

Notícias

Servidores de todo o Brasil voltarão às ruas contra PEC-32 no #2OUT

Fonte: Ascom Sindsep-PE
28/09/2021




Os servidores públicos federais, estaduais e municipais estarão unidos no dia 2 de outubro (próximo sábado) pelo “Fora, Bolsonaro” e contra a PEC-32 nos diversos estados brasileiros. Essa será mais uma data de grandes protestos contra o governo que pretende promover o desmonte dos serviços públicos, com uma Reforma Administrativa que visa repassar os serviços para a iniciativa privada, reduzir os salários e cargas horárias dos atuais servidores em 25% e acabar com os concursos públicos com a contratação de apadrinhados políticos que terão que fechar os olhos à corrupção.       

“Esse é um momento chave para que os servidores públicos brasileiros consigam barrar a aprovação da PEC-32. Depois da pressão feita nas ruas e redes sociais, muitos parlamentares mudaram sua decisão sobre aprovar a proposta de reforma de Bolsonaro. Precisamos continuar mostrando nossa força para enfraquecer este governo e impossibilitar que eles consigam cooptar os deputados”, comentou o coordenador-geral do Sindsep-PE, José Carlos de Oliveira. 

Importante lembrarmos que o Bolsonaro é responsável direto por milhares de mortes de brasileiros e brasileiras devido a sua má vontade em combater a pandemia da Covid-19 e pela alta do desemprego, descontrole da inflação e miséria de parcela significativa da população, por causa da sua política ultraliberal.

Os atos, em todo o Brasil, irão agregar a CUT, demais centrais sindicais, frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, entidades da Frente Nacional Fora Bolsonaro  e partidos de oposição, como o PT, PDT, PSB, PSOL, PCdoB, Rede, PV, Cidadania e Solidariedade.

Em Pernambuco

Em Pernambuco, além do Recife, acontecerão atos em diversas cidades do interior. No Recife, como acontece habitualmente, a concentração ocorrerá na praça do Derby, às 9h. De lá, a população sairá em caminhada pela Conde da Boa Vista. Todos devem obedecer as recomendações sanitárias contra a Covid-19 como o uso de máscaras, álcool  70% e manter o distanciamento mínimo de dois metros.   
PEC 32/20

Depois de uma manobra orquestrada pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), o parecer do relator da PEC 32, o deputado Arthur Maia (DEM), foi aprovado na Comissão Especial que o analisava. Para conseguir aprovar o substitutivo, foi necessário mudar os membros da Comissão e agir na calada da noite. Mas esta semana continua o trabalho de pressão em Brasília e nas redes sociais para barrar a reforma administrativa.

Nas redes sociais

Para pressionar os deputados a rejeitarem a PEC, os servidores devem usar suas redes sociais e enviar um recado. A mensagem a ser enviada é clara: votou a favor da reforma, não voltará a ser eleito. Para isso, podem usar o site Na Pressão (aqui). Por meio do site, o servidor pode enviar mensagens para os deputados federais, solicitando que eles rejeitem a proposta. O passo a passo é simples. Ao acessar a campanha, o servidor pode mandar seu recado pelo WhatsApp, e-mail ou telefone. 

Os servidores também podem ter acesso ao material da Campanha Cancela a Reforma no endereço da Condsef/Fenadsef (aqui). A campanha também está no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube. Procure por @cancelaareforma. Siga, curta e compartilhe os materiais e ajude a defender os serviços públicos brasileiros. 

Os  funcionários públicos podem ainda acessar a Enquete da PEC 32/2020 e votar na opção Discordo Totalmente. Para votar basta entrar no endereço eletrônico (aqui).

No WhatsApp

Para receber todas as informações da luta contra a Reforma Administrativa, o interessado também pode enviar uma mensagem para o número de telefone: (61) 98357-4114. Imediatamente o seu WhatsApp estará cadastrado e ele passará a receber diversas informações direto no celular. O servidor também pode enviar um oi para o telefone do Sindsep-PE Conectado: (81) 99976-2839
 

« Voltar


Receba Nosso Informativo

X
Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais