SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

Servidores devem pressionar parlamentares em defesa do serviço público

Fonte: Ascom Sindsep-PE
29/04/2020



O governo Bolsonaro quer pegar carona na pandemia da covid-19 e aprovar projetos que acabam com os direitos dos trabalhadores, sejam eles da iniciativa privada ou do setor público. Quer fazer também uma série de cortes e desinvestimentos no setor público. É preciso que todos estejam atentos e façam a sua parte. O Sindsep-PE, enquanto entidade sindical, já enviou email a todos os deputados e senadores de Pernambuco e recomenda que você, servidor, faça o mesmo. Segue abaixo os endereços dos parlamentares. Mãos à obra.
 
Na carta enviada aos parlamentares, o Sindsep ressalta que as pandemia do novo coronavírus tem mostrado a importância de valorizar o serviço público e seus trabalhadores, não só da área de saúde, mas de todos os setores. No entanto, as propostas do governo não retribuem esse esforço e trabalham no desmonte do Estado e o rompimento com nosso Pacto Federativo e a Constituição de 88.
 
“...Sem falar de outros projetos que tramitam no Congresso, como a Proposta de Emenda à Constituição n° 186 de 2019, que atentam contra a qualidade e a execução de políticas públicas junto à sociedade”, diz trecho da carta (INTEGRA NO SITE).
 
Na carta enviada aos parlamentares, o Sindsep-PE pontua a necessidade de revogar a Emenda Constitucional 95, conhecida como emenda do “teto de gastos”, que prevê congelamento de investimentos públicos por 20 anos. Só em 2019 já foram retirados cerca de R$ 24 bilhões na saúde, setor essencial ao combate da pandemia.
 
“O serviço público, universal e de qualidade precisa existir para atenuar o impacto dos fatores de exclusão em nossa sociedade.  A eficácia das políticas públicas depende de investimentos estruturais e da valorização dos trabalhadores e trabalhadoras que nelas atuam. Pedimos seu apoio no sentido de combater medidas contrárias a esses princípios. Vamos seguir juntos em defesa de um país mais justo e solidário”, diz parágrafo final da carta.
 
“Não adianta apenas a gente fazer. Todos devem fazer isso. Mandar para os parlamentares. Vamos lotar o email dos deputados e senadores. Pressioná-los”, orienta o coordenador geral do Sindsep-PE, José Carlos de Oliveira.
 
É pra você pressionar 
também!
 
EMAIL DOS DEPUTADOS (AS)
André de Paula [email protected]
André Ferreira [email protected]
Augusto Coutinho [email protected]
Carlos Veras [email protected]
Daniel Coelho [email protected]
Danilo Cabral [email protected]
Eduardo da Fonte [email protected]
Felipe Carreras [email protected]
Fernando Coelho Filho [email protected]
Fernando Monteiro [email protected]
Fernando Rodolfo [email protected]
Gonzaga Patriota [email protected]
João H. Campos [email protected]
Luciano Bivar [email protected]
Marília Arraes [email protected]
Ossesio Silva [email protected]
Pastor Eurico [email protected]
Raul Henry [email protected]
Renildo Calheiros [email protected]
Ricardo Teobaldo [email protected]
Sebastião Oliveira [email protected]
Silvio Costa Filho [email protected]
Tadeu Alencar [email protected]
Túlio Gadêlha [email protected]
Wolney Queiroz [email protected]
 
EMAIL DOS SENADORES
Fernando Bezerra Coelho [email protected] Humberto Costa [email protected] Jarbas Vasconcelos [email protected]
 
 

Recife, 28 de abril de 2020

 

 

Excelentíssimo parlamentar,

 

A pandemia do novo coronavírus tem mostrado a importância de valorizar o serviço público e seus trabalhadores. Profissionais de diversas áreas fazem a diferença expondo-se ao risco não apenas na linha de frente dos hospitais, mas também nas ruas ou garantindo a preservação de serviços essenciais durante o isolamento.

No entanto, vai de encontro a tudo isso propor uma reforma Administrativa nos moldes como pretende o governo, sem sequer abrir diálogo com representantes dos servidores públicos. Isso é o desmonte do Estado e o rompimento com nosso Pacto Federativo e a Constituição de 88.

Sem falar de outros projetos que tramitam no Congresso, como a Proposta de Emenda à Constituição n° 186 de 2019, que atentam contra a qualidade e a execução de políticas públicas junto à sociedade.

Nesse contexto cabe-nos destacar ainda a importância de promover a revogação imediata da EC 95/16, conhecida como emenda do “teto de gastos”. Extremamente nociva ao país, ela prevê congelamento de investimentos públicos por 20 anos. Só em 2019 já retirou cerca de R$ 24 bilhões na saúde, setor essencial ao combate da pandemia provocada pelo novo coronavírus.

O serviço público, universal e de qualidade precisa existir para atenuar o impacto dos fatores de exclusão em nossa sociedade.  A eficácia das políticas públicas depende de investimentos estruturais e da valorização dos trabalhadores e trabalhadoras que nelas atuam. Pedimos seu apoio no sentido de combater medidas contrárias a esses princípios. Vamos seguir juntos em defesa de um país mais justo e solidário.

 

Direção do Sindsep-PE

 

 
 
« Voltar

Receba Nosso Informativo

X