Filiado à Cut e à Condsef/Fenadsef

Notícias

Servidores pernambucanos se mobilizam em prol da Petrobras, CEF e Campanha Salarial 2015

25/02/2015



A CUT-PE está realizando, nesse momento, uma plenária geral extraordinária com suas entidades filiadas para discutir um calendário de atividades em defesa da Petrobras e da Caixa Econômica Federal. Representantes do Sindsep-PE participam da reunião, que também tem o objetivo de discutir estratégias de luta contra as Medidas Provisórias (MPs) 664 e 665, que promoveram mudanças na Previdência e no Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Também acontece hoje, às 16h, na sede da CUT-PE, a reunião do Fórum Estadual dos Servidores Federais para, dentre outras deliberações, definir o lançamento da Campanha Salarial da categoria em Pernambuco.

A reunião acontece em paralelo a diversos atos que serão realizados em todos os estados brasileiros para o lançamento da campanha salarial. O fórum que reúne 31 entidades nacionais, entre elas a Condsef e a CUT, em defesa dos servidores e serviços públicos se reúne hoje, em Brasília, para o lançamento da campanha. Em Brasília, a partir das 9 horas, servidores vão se concentrar em frente ao Bloco K do Ministério do Planejamento.

Ainda que o Planejamento tenha enviado um ofício nesta segunda, 23, convidando entidades que compõem o fórum a participar de uma reunião com o ministro Nelson Barbosa, a data sugerida para esse encontro (20 de março) é considerada muito distante.

As entidades encaram com otimismo a disposição apresentada para o diálogo. No entanto, a expectativa é de que o governo entenda a urgência dos federais que vêm de um processo de negociações que ficou praticamente estagnado, principalmente no último ano. “Há muito anseio por parte dos servidores de que se consiga uma reaproximação e que se estabeleça um diálogo produtivo com o governo. Esperamos que o ministro considere esse fator”, pondera Sérgio Ronaldo da Silva, secretário-geral da Condsef.

Além do lançamento da campanha salarial, foram apontadas também atividades para março com jornada de luta nos estados e discussão sobre indicativo de greve e uma jornada nacional, em Brasília, nos dias 7, 8 e 9 de abril que incluem trabalho de força tarefa no Congresso.

PRIORIDADES

Um dos eixos principais dessa campanha envolve a luta por uma política salarial permanente com correção das distorções e reposição de perdas inflacionárias. Seguindo levantamentos e estudos técnicos, incluindo um feito pela subseção do Dieese na Condsef, o fórum dos federais irá buscar junto ao governo um índice linear de reajuste de 27,3%. Esse percentual tem como ponto de partida o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de agosto de 2010 a julho de 2016 que gira em torno de 44%, já descontados os 15,8% concedidos pelo governo em três parcelas (2013, 2014, 2015).

Entre os destaques da campanha salarial 2015 segue ainda a luta pela isonomia dos benefícios concedidos aos servidores dos Três Poderes que incluem auxílio-alimentação, creche, plano de saúde e outros. Data base em 1º de maio; paridade entre ativos, aposentados e pensionistas; retirada de projetos que atacam direitos e aprovação imediata de propostas de interesse dos servidores no Congresso Nacional completam os eixos centrais da campanha. Continua permanente e em destaque a luta pela regulamentação da negociação coletiva no setor público.



 
« Voltar


Receba Nosso Informativo

X
Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais