Filiado à Cut e à Condsef/Fenadsef

Notícias

Sindsep convoca filiados para definir ato em defesa de reajuste salarial

12/01/2022




O Sindsep-PE irá realizar uma Assembleia Geral Extraordinária virtual nesta sexta-feira (14 de janeiro), às 10h, com o objetivo de debater a realização de um ato no próximo dia 18 de janeiro. O ato se somará às demais mobilizações que acontecerão em todo o país em defesa do reajuste linear para o funcionalismo público e contra a Reforma Administrativa (PEC-32). A realização dessas mobilizações foi definida, nessa terça-feira (11), durante reunião do Conselho Deliberativo de Entidades (CDE). que contou com representantes de 18 estados brasileiros (PE, RR, PR, BA, SC, GO, CE, AP, TO, RS, RO, MT, MG, MA, RN, PB, MS, SE) e o Distrito Federal.  

“É de grande importância que o maior número de filiados participe da Assembleia desta sexta para se informar sobre o que está acontecendo e sobre os próximos passos a serem dados pelo Sindsep em defesa dos interesses dos funcionários públicos”, destacou o coordenador-geral do Sindsep-PE, José Carlos de Oliveira.  

Para ter acesso à Assembleia, o filiado deve acessar a plataforma Zoom, inserir o ID 813 1142 3510 e a senha 537516. O acesso também pode ser feito por AQUI

Um dos objetivos centrais da mobilização do dia 18 é o de cobrar do governo Bolsonaro uma reposição salarial unificada para os servidores federais. O governo reservou uma quantia de R$ 1,7 bilhão para reestruturação de carreiras do funcionalismo. No entanto, o presidente Bolsonaro afirmou, recentemente, que os recursos só iriam contemplar as carreiras da Polícia Federal (PF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). 

Essa afirmação causou a indignação dos trabalhadores. Isso porque a maioria dos funcionários públicos está com salários congelados há cinco anos e acumula perdas que podem ultrapassar 40% no mesmo período. Considerando apenas 2020, a perda ultrapassa 10%, resultado do IPCA acumulado em 10,74%. 

PEC-32 e EC-95

Além da luta por reajuste salarial, os servidores do Executivo Federal continuarão empenhados em derrubar a Reforma Administrativa do governo Bolsonaro, que tem como principais objetivos promover o desmonte do serviço público para passar suas atribuições para os empresários e lotear os cargos públicos com apadrinhados políticos. Os servidores também rejeitam a  Emenda Constitucional 95, que congelou os investimentos públicos no país por 20 anos.

Outro objetivo das mobilizações em torno do reajuste salarial é o de ampliar o debate com todos os servidores brasileiros para que se consolide a mesma unidade construída em torno da luta contra a PEC-32, que será intensificada em 2022. Foi essa unidade que conseguiu impedir a aprovação da Reforma em 2021. 

O Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) também irá promover uma reunião na próxima sexta-feira (14) para construir um calendário de mobilização visando organizar uma greve geral. Por sua vez, a Condsef/Fenadsef já convocou uma Plenária Nacional para o próximo dia 20. 

A reunião do CDE foi dedicada à memória do servidor público e companheiro, Ernande José de Sousa, que faleceu na semana passada. Ernande era diretor do Sindsep-PE, professor aposentado em Fernando de Noronha e um dos titulares do Departamento de Ex-Territórios da Condsef/Fenadsef.  
 

« Voltar


Receba Nosso Informativo

X
Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais