SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias

Uma semana de atividades pelo Dia Internacional do Trabalhador

Fonte: Ascom Sindsep-PE
22/04/2021




O Dia Internacional dos Trabalhadores e das Trabalhadoras, que acontece no próximo 1º de maio, será de luta unificada e de denúncia contra a tragédia vivida pela classe trabalhadora e toda a sociedade brasileira, vítimas da política ultraliberal do governo Jair Bolsonaro, que vem promovendo o desemprego e a recessão econômica, e da falta de comando do presidente genocida para combater a pandemia do novo coronavírus, que levou o Brasil a ultrapassar as 380 mil mortes.

O dia contará com uma live que irá reunir CUT, Força, UGT, CTB, CSB, NCST, CGTB, Intersindical e Pública, transmitida, a partir das 14h, pela TVT - TV do Trabalhadores, além dos canais no Youtube e redes sociais do movimento sindical.  O tema da live: 1° de Maio pela Vida - Democracia, Emprego e Vacina para Todos.  

Mas, este ano, a CUT também preparou uma programação para a semana que antecede o 1º de maio, entre os dias 26 e 30 de abril. Neste período, a Central irá promover uma série de lives diárias em suas redes sociais, sempre às 18h. Cada dia da semana será dedicado a um tema de interesse da classe trabalhadora.  Os encontros virtuais terão a participação de sindicalistas, artistas, intelectuais e especialistas nos temas escolhidos. Também haverá o lançamento do livro “O Legado que a Lava Jato quer esconder”. O livro trata dos impactos negativos da Lava Jato  para os trabalhadores e para o Brasil.

A semana

No dia 26/04, segunda-feira, o tema da live será a “Solidariedade em tempos de pandemia”. A atividade tratará das ações de entidades sindicais e movimentos sociais em prol das populações mais impactadas economicamente pela pandemia. 

Já a terça-feira, dia 27/04, Dia Nacional da Empregada Doméstica, terá como tema: Trabalho doméstico. A categoria das trabalhadoras domésticas foi uma das mais impactadas com a pandemia que trouxe desemprego e aumentou a desproteção social para a categoria. Outras profissionais continuaram trabalhando, mas tendo de enfrentar os riscos de contaminação seja no transporte público, seja no próprio local de trabalho.

A Saúde será o tema do dia 28/04, quarta-feira, Dia Mundial da Segurança e da Saúde no Trabalho. Neste dia, a live enfocará a vacinação, a importância do Sistema Único de Saúde (SUS) e a política desastrosa do governo Bolsonaro no enfrentamento à Covid-19. 

A quinta (Dia 29/04), será dedicada ao tema: A classe trabalhadora somos todas, todos e todes. Serão destacados e debatidos os impactos da pandemia na vida das mulheres, da população negra, de jovens, da população LGBTQIA+, envolvendo políticas públicas de proteção, preconceito, discriminação e desigualdade. 

O dia 30/04, sexta-feira, trará como tema: O legado da Lava Jato na economia brasileira. Esse será um dia de denúncia que irá alertar os trabalhadores sobre os ataques e destruição de empresas estatais e o desemprego provocado pela operação. Neste dia, também será lançado o livro “O Legado que a Lava Jato quer esconder”, escrito de forma colaborativa por vários autores, incluindo juristas, intelectuais e sindicalistas, como o presidente da CUT, Sérgio Nobre.

"Teremos uma semana de atividades que irão debater e denunciar a situação de calamidade pela qual passa o Brasil, apontar soluções e reforçar a luta em defesa da vida, da democracia, do emprego e da saúde para todos e todas", comentou o coordenador geral do Sindsep-PE, José Carlos de Oliveira. 

O 1º  de Maio

Como aconteceu em 2020, as centrais sindicais brasileiras voltam a realizar um 1º de maio unificado. O diferencial deste ano será a presença dos presidentes das centrais em estúdio, de onde farão seus discursos. A live das centrais, que acontece a partir das 14h, terá como apresentadora a cantora e compositora Ellen Oléria, que comanda o Estação Plural, na TV Brasil.

O ato terá apresentações artísticas e falas dos dirigentes sindicais das nove centrais e lideranças políticas como os ex-presidentes da República Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, parlamentares e lideranças partidárias e de movimentos sociais, além de entidades sindicais internacionais e representantes de diferentes religiões, também participarão.

As falas serão intercaladas por apresentações e depoimentos de artistas como Elza Soares, Chico César, Tereza Cristina, Delacruz, Johnny Hooker, Marcelo Jeneci, Odair José, Aíla, Bia Ferreira, Doralyce, Fábio Assunção, Osmar Prado, entre outros.
 

« Voltar

Receba Nosso Informativo

X